5 de março de 2007

O Homem e seus gêneros


Chupinhado descaradamente do site banheiro feminino...



O Homem e seus gêneros

Sabe aquele bofe que vive fazendo gênero? Pois é!!! Impossível passar pela vida sem esbarrar em boas dúzias deles. Não adianta, por mais que a gente se esforce não dá para fugir dos tipinhos e seus gêneros. Temos o metido a besta, os pobres mais limpinhos, os bonitinhos mais ordinários, etc...

Impossível passar pela vida e não percebe-los.

Daí eu lembrei do Oscar. Até que tentei assistir até o final, mas sempre durmo naqueles musicais. Dormi um pouco depois que La Roberts levou a estatueta. No dia seguinte lendo o meu jornal me veio a cabeça o tema da coluna de hoje. Obviamente, ainda precisava lapidar a idéia e colher alguns depoimentos, fazer minhas entrevistas, procurar experiências interessantes etc...
Depois de tabular minha pesquisa aqui vão os resultado mais interessantes e os gêneros mais comuns.
Apague a luz, pegue seu saquinho de pipoca, um refri light - lembre-se: você já está comendo pipoca - e vamos a nossa sessão.

NA CAMA COM O HOMEM DRAMA - hahahahahahahahahahah
À ESPERA ATÉ CANSAR DE UM MILAGRE

Você quer segurança, quer sentir-se amada, adorada, lembrada, importante mesmo? Então é bom não se envolver com o Homem Drama. Não que ele possa lhe proporcionar os prazeres acima citados, mas é que ele não vai ter tempo para demonstrar o que sente por você. Sabe o que é? Ele está sempre ocupado demais com os problemas dele (sofrendo), com o rodízio da placa do carro dele (sofrendo por que terá que pegar um táxi), com a viagem dele de páscoa (sofrendo porque terá que usar o cartão de crédito dele), com o chefe dele (que está o fazendo sofrer porque exige muito dele), com a ex dele (por quem ele ainda sente alguma coisinha), com a mãe dele (que está sofrendo de labirintite), o cachorro dele (que manchou o tapete da sala), etc... hahahahahahahahahahahah

Infelizmente a vida é assim para o Homem Drama e de nada vai adiantar esperar que ele mude.

Ficha Técnica

Gênero: Drama
Duração: -
Trilha: Bolerão
Em cartaz: Facilmente encontrado em exposições de fotografia, Bienais e lançamentos de livros. Claro, ou você acha que se ele não gostasse de sofrer estaria ali.
Na cama: Eles são bons de cama, mas só depois de discutir a relação umas duas horas.


****************************************************

NA CAMA COM O HOMEM AÇÃO E AVENTURA
UMA MISSÃO PRATICAMENTE IMPOSSÍVEL

Se sobrar algum tempo na agenda dele é até capaz dele te levar para a cama.
Ele faz academia, escalada, caminhada... Ele esquia na água, na neve... Ele nada, ele mergulha, ele veleja, ele joga tênis, gamão, golfe, xadrez... Ele faz alpinismo, ele pesca, ele surfa, ele luta Taekondô, Caratê, Judô, boxe, curte balonismo, iatismo e aeromodelismo.
Se você já cansou só de ler, imagine o que não é acompanhar esse bofe?
Você tem que ser pra lá de "preparada" e não estamos falando aqui das preparadas do Tigrão. Você tem que ser uma Fernanda Keller para encarar esse bofe. Bom, isso se sobrar algum tempo pra você. Claro, ou você acha que ele vai carregá-la pra cima e pra baixo? Cansa sabia? Se você quiser ir um ou outra vez até que tudo bem, mas não pense que vai ser fácil. Ele é do tipo que nada ao lado da lancha enquanto os outros casais malham gostoso no doce balanço do mar. Se você não for uma Nicole, pule fora. Vale lembrar que até ela pulou.

Ficha Técnica

Gênero: Ação e Aventura
Duração: Se você o tranco o resto vai que é uma beleza
Trilha: Ele não pode ver uma que já pega a bicicleta
Em cartaz: Ele está presente em todos os lugares e em qualquer um deles estará em constante atividade física.
Na cama: Na cama há quem jure que são bem mais atletas do que competentes.

************************************************

NA CAMA COM O HOMEM COMÉDIA
O MENTIROSO

Esse faz aquela linha: espere para ver.
Ele sai com você algumas vezes antes de mandar ver. Ele aproveita os dias que antecedem ao ataque para desfilar suas qualidades. Diz que nunca recebeu queixas sobre suas performances sexuais, que viveu uma relação de anos que só se mantinha pela sua habilidade sexual com a ex-parceira, que está cansado de ser tratado como homem objeto, que entende porque tamanho é documento e finalmente que com ele sua satisfação será garantida. Pois é, e a gente fica ouvindo aquelas histórias, aquelas narrativas picantes. Até que é chegado o dia, tarde ou noite (não importa) em que ele e suas promessas de campanha arrebatam você. SOCORRO!
Propaganda enganosa? Sim! Ele é péssimo nas preliminares, tem instrumento de vôo pequeno e de difícil navegação e ainda por cima ou por baixo (não importa) se dá ao luxo de terminar horas antes de você. Ah, tenha santa paciência. Só rindo.

Ficha Técnica

Gênero: Comédia
Duração: ahahahahahahahahahahahhaha!
Trilha: -
Em cartaz: Nas melhores lojas do ramo.
Na cama: Comédia

***************************************************
NA CAMA COM O HOMEM TERROR
A HORA DO ESPANTO

Você o encontrou dando sopa naquele barzinho que você freqüentava há séculos e não pegava nada de bom. Ele chegou à sua mesa na maior cara de pau. Tipo machão, daqueles que não deixa serviço por fazer. Daí, você que é uma mulher descolada pensou: - Nossa! Que bofe é esse?
E do bofe é esse para aquele lugar aconchegante e a sós não demorou muito. Vocês passaram algum tempo conversando e o papo dele era perfeito, ele um profissional bem sucedido, viajado, vários idiomas, experiências, culto e bonito. Aliás, diga-se de passagem: um verdadeiro príncipe encantado.
Esse tipinho leva o título acima porque como em todo filme de terror, depois de algum tempo ele começa a ficar horripilante. Primeiro é aquele motel de cama de veludo vermelha e espelho no teto que ele te leva, depois é aquela unha encravada quando ele tira o sapato, sem contar aquele suave aroma de fundi de queijo. Com um pouquinho mais de intimidade ele parte para ação e o pior está por vir. Ele tem espinhas nas costas, mau hálito e jantou repolho e não tem nenhuma vergonha de que você fique sabendo (se é que fui clara). Quer mais terror? Saia com ele no domingo depois da fejuca.

Ficha Técnica

Gênero: Terror
Duração: Você decide
Trilha: TA NA NA NAM
Em cartaz: Em bares badalados, restaurantes badalados, cinemas badalados e
shoppings badalados, ou seja onde houver um badalo ele está lá.
Na cama: Dão três sem tirar, mas quem é que agüenta?

*************************************************
NA CAMA COM O HOMEM INFANTIL
BABE, UM POUQUINHO ATRAPALHADO

Ele pintou na sua casa em pleno sabadão para levá-la no teatro. Foi chegar na porta para descobrir que a peça já tinha saído de cartaz há dois meses. Mas ele teve outra idéia e te levou para jantar num restaurante que ele adorava e que ele não lembrava muito onde ficava, e não lembrou mesmo. Vocês acabaram encarando uma lanchonete 24 horas perto das duas da manhã. Mas ele é uma companhia adorável. Inteligente, divertido... um pouco mais novo que você (talvez uns 10 anos) mas isso é um detalhe sem muita importância. Será?
Leia o depoimento de uma ex-parceira de um Babe, um pouquinho atrapalhado:

- O Lu era bonitinho. A gente já tava saindo fazia tempo e ele não tinha tentado nada. Um dia a gente viajou e daí rolou. Ai, meu Deus o que era aquilo?
Ele começou trocando o meu nome, isso já o fim pra mim, pensei. Mas ainda tinha coisa pior pra acontecer. Ele ficou mais de duas horas nas preliminares (quinze minutos desabotoando minha camisa, mais vinte minutos abrindo o zíper da minha calça, mais uns 30 minutos tentando abrir a alça do meu sutiã e depois mais 40 minutos para tirar minhas meias - 20 para cada pé) eu quase dormi. Acho até que dormi e só acordei na hora que ele foi buscar a camisinha. Demorou para achar, demorou para abrir, demorou para colocar, demorou, demorou... Até que na hora H ele não foi tão ruim, não se era porque eu já estava subindo pelas paredes ou porque ele tinha algum mérito. Só sei que depois dessa noite eu nunca mais vi o Lu.


Ficha Técnica

Gênero: Infantil
Duração: -
Trilha: Oinc...oinc...oinc
Em cartaz: No circuito alternativo e matinês.
Na cama: Levam notas que vão de 8 a 10.

Um comentário:

Flá disse...

Mas tosquices! cada vez maiores! daqui a pouco da p vc juntar tds estes textos e publicar um livro, o problema é q ninguém vai comprar!